21 set

Número de mães mais velhas é cada vez maior

número de mães mais velhas

Antigamente, as pessoas tinham a ideia de que as mulheres precisavam ser mães cedo. Isso está mudando e o número de mães mais velhas é cada vez maior.

Um dos fatos que contribui para isso é que elas estão trabalhando mais. Além disso, soma-se o fato de que homens tem dificuldade para se envolver com mulheres que recebem mais.

Um estudo na França

Um jornal francês afirmou que, por ano, 2 mil mulheres com mais de 45 anos se tornam mães. Esse número quintuplicou, se comparado com a década de 80.

Enquanto, em 1980, nasceram 5 mil bebês de mães mais velhas, em 2016, nasceram 43 mil.

De acordo com a chefe de ginecologia do hospital Foch, Jean-Marc Ayoubi, isso não é surpreendente. Hoje em dia, os métodos para evitar gestação são mais eficientes. Além disso, elas têm mais conhecimento sobre o assunto e, assim, se torna mais difícil uma gravidez “acidental”.

O jornal entrevistou algumas dessas mães e elas relataram que, apesar de mais comum a sociedade ainda não aceita muito bem. Segundo elas, mesmo em suas próprias famílias tiveram pessoas que as chamassem de loucas.

Como a gravidez é um momento em que a mulher precisa de calma, isso precisa mudar. Se tem uma coisa da qual essas mães não precisam, é lidar com o preconceito.

Existem vantagens

De acordo com uma pesquisa de 2017, feita na Espanha, filhos com mães acima dos 30 anos tem maiores capacidades cognitivas.

Antigamente, acreditava-se que quanto mais velha fosse a mãe, mais problemas a criança teria. Entretanto, essa teoria foi desmentida pelo estudo. O que acontece é que, no passado, um filho nascido de uma mãe com mais de 30 costumava ser o quarto ou quinto bebê. Como a condição financeira de muitas famílias era baixa, essa criança seria a que menos teria acesso à médicos e, até mesmo, a alimentos.

Além disso, um estudo da Universidade da Carolina do Norte afirmou que ser mãe mais tarde, melhora as habilidades cerebrais da mãe.

Outra pesquisa, feita por uma universidade dinamarquesa afirmou que, por serem mais experientes, elas tem menos tendência a gritar ou bater. Por isso, o desenvolvimento emocional dos filhos de mães mais velhas pode ser melhor.

Os riscos da gestação

A gestação em uma idade mais avançada pode apresentar riscos para mães e bebês. Por isso, é preciso cuidar muito desse período.

Os riscos de diabetes e pressão arterial são muito mais elevados. Além disso, a maioria dessas mulheres terá que se submeter a uma cesárea.

Esses fatores são mais graves para elas por causa do envelhecimento do corpo. E esse fato também pode apresentar riscos para o bebê.

Entretanto, com o desenvolvimento das terapias médicas, os casos mais graves estão cada vez mais raros.

Fontes 1 e 2

 

 

 

 

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *