01 set

Empresas de mulheres têm menos investimento e mais lucro

Muito se debate a respeito da igualdade salarial entre homens e mulheres. Entretanto, é difícil encontrar pessoas que pensam na desigualdade financeira no empreendedorismo.  A empresa de consultoria Boston Consulting Group fez um estudo sobre investimentos em empresas e descobriu que empresas fundadas por mulheres têm menos investimento e mais lucro.

Para o estudo, a consultoria analisou 350 investimentos fornecidos a startups. A divisão das empresas era a seguinte: 258 foram fundadas por homens e 92 foram fundadas ou co-fundadas por mulheres.

Os dados analisados são de investimentos fornecidos no decorrer de cinco anos. Eles foram entregues pela MassChallenge, uma aceleradora global de startups.

Dos investimento feitos, as empresas fundadas por homens receberam $2.1 milhão. Enquanto isso, as empresas de mulheres receberam $935 mil. Ou seja, elas receberam menos da metade.

O que torna essa situação ainda pior é o fato de que as empresas fundadas por mulheres tiveram faturamento maior. Enquanto elas conseguiu gerar 78 centavos para cada dólar investido, eles geraram apenas 31 centavos. No montante total, no período de cinco anos, as empresas delas somaram $730,000 e a receita acumulada deles foi de $662,000 (10% a menos).

O que causa essa diferença?

A BCG não se limitou à análise quantitativa. A entidade procurou entender também quais seriam as causas da disparidade de investimentos. Por meio de entrevistas com investidores e fundadores de empresas, o estudo chegou à conclusão de que isso era causado por três fatores principais:

– Dificuldades na apresentação para os investidores:

O estudo mostra que, muitas vezes, os investidores acreditam que as empreendedoras tem menos conhecimento de mercado. Esse fator faz com que elas precisem responder muito mais questionamentos em suas apresentações. Os homens, por outro lado, só precisam de um bom projeto.

Uma das entrevistadas, co-fundadora de uma empresa de tecnologia, afirmou que em uma conversa com investidores, eles só fizeram perguntas técnicas para o sócio dela.

Além disso, no momento em que os investidores fazem críticas ao projeto, as mulheres costumam aceitar o feedback negativo, como algo que elas podem melhorar. Em geral, os homens respondem à esse tipo de situação. Um dos investidores entrevistados respondeu que alguns homens chegam a dizer coisas como “Você está errado e eu vou provar”.

– Eles assumem mais riscos

Alguns investidores apontaram como fator crucial a ousadia masculina. Segundo eles, os empresários arriscam mais, supervalorizando a si mesmos e aos seus projetos. As empreendedoras, por outro lado, tem projeções mais conservadoras. Por isso, elas acabam pedindo menos do que eles.

– Falta de conhecimento

Investidores do sexo masculino podem ter dificuldade para entender produtos e serviços que empresárias oferecem para outras mulheres.

Muitas desenvolvem seus negócios com base em experiências pessoais e os investidores que são homens têm dificuldade para entender isso.

Fontes 1 e 2

 

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *