15 maio

Parceria entre mãe e filha rende ao Brasil prêmio de empreendedorismo feminino

Cartier Women´s Initiative Awards

O “Prêmio Cartier para iniciativas femininas” – em tradução livre – foi criado em 2006, com o intuito de “identificar, apoiar e encorajar projetos de mulheres empreendedoras”.

O prêmio, que neste ano esteve em sua 13ª edição, é realizado pela Cartier, uma joalheria francesa.  Os idealizadores da premiação procuram empreendedoras que estejam trabalhando em projetos que contribuam para um mundo melhor. A ideia é que essas soluções possam ser oferecidas para o maior número de pessoas espalhadas pelo globo.

A cerimônia desse ano foi realizada em um hotel de Cingapura e contou com a presença das 18 finalistas, das quais seis saíram vencedoras (elas são divididas por regiões):

  • Ásia Pacífico – Swati Pandey,  Índia. A empresa dela é a Arboreal Agroinnovations  e está trabalhando na produção de stevia, um adoçante natural que, por ser mais saudável, pode substituir o açúcar
  • Europa – Kristina Tsvetanova, Áustria. Blitab Technology é uma empresa que produz tablets com escrita em braile
  • Oriente Médio e Norte da África – Siroun Shamigian, Líbano. Kamkalima é uma plataforma online que usa análise de dados e inteligência artificial para ensinar o idioma árabe
  • América do Norte – Yiding Yu, Estados Unidos. A plataforma digital Twiage permite que dados de um paciente sejam transmitidos, em tempo real, da ambulância para o hospital
  • África Sub Saariana – Melissa Bime, Camarões. Infiuss é um banco de sangue online que conecta todos os bancos de sangue cadastrados, permitindo que os hospitais peçam ajuda e descubram onde há o tipo sanguíneo que está em falta em determinado local, de forma mais rápida e eficiente
  • América Latina – Paula Gomez, Brasil. Epistemic é um dispositivo que alerta pacientes e cuidadores a respeito de um ataque epilético. O alerta acontece 25 minutos antes da crise.

Todas as finalistas receberão, em suas empresas, um serviço de coaching, além de visibilidade na mídia e a  oportunidade de ampliar o seu networking. As 6 vencedoras ainda ganharam um prêmio de 100 mil dólares e as outras 12 finalistas ganharam 30 mil dólares.

Havia mais uma brasileira entre as finalistas. Neide Sellin foi indicada graças ao seu cão guia robô, criado para tornar a vida de pessoas com deficiência visual mais fácil. O robô funciona assim como um cão guia, entretanto, os custos com a máquina são muito mais baratos do que os cuidados com o animal.

Epistemic

Paula Gomez é doutora em engenharia elétrica formada pela Unicamp e tem MBA na INSEAD, da França.

A mãe de Paula, Hilda Cerdeira, é doutora em física e professora voluntária da UNESP. Em um trabalho com o hospital Sírio Libanês, ela conseguiu determinar matematicamente uma crise epilética, através do estudo de um eletroencefalograma.

Quando a mãe contou os resultados da pesquisa para a filha, Paula disse que seria interessante conseguir calcular os sinais que antecedem o ataque e a mãe, seguindo com seus estudos, foi capaz de descobrir a resposta.

A partir disso, Paula conseguiu desenvolver um produto que pode avisar aos pacientes, médicos, enfermeiros – e qualquer outra pessoa que cuide de alguém que tem ataques epiléticos – que uma crise irá acontecer em alguns minutos.

O dispositivos usa dois eletrodos posicionados na cabeça do paciente – de forma não invasiva – e uma pequena caixa, que fica conectada com o seu celular através de um aplicativo. Depois de receber os sinais, 25  minutos antes de a pessoa ter um ataque, a caixa os envia uma mensagem para o celular do paciente e da outra pessoa cadastradas e, além disso, envia a localização de quem terá a crise. Como se não bastasse, a máquina também realiza um eletroencefalograma, que fica gravado em uma nuvem na internet para poder ser enviado ao médico do paciente.

O projeto tem apoio da Fapesp, mas ainda não possui um grande investidor. Por causa da regulamentação da Anvisa, os testes clínicos devem ser realizados no Canadá.

Fontes: https://www.cartierwomensinitiative.com/candidate/paula-gomez

https://www.cartierwomensinitiative.com/about-us

https://revistamarieclaire.globo.com/Noticias/noticia/2018/04/ganhamos-brasileira-recebe-premio-da-cartier-de-empreendedorismo-feminino.html

 

 

 

    Comments

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *